ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Santiago do Cacém inaugura monumento alusivo ao 1.º automóvel em Portugal

Por a 24 de Outubro, 2019

O município de Santiago do Cacém inaugura, no sábado, 26 de outubro, o monumento alusivo ao 1.º automóvel em Portugal, na rotunda da avenida D.Nuno Álvares Pereira, em Santiago do Cacém.

De acordo com a autarquia, o momento será, também, marcado pela tradicional recriação da viagem que aconteceu há 124 anos, iniciativa organizada pelo Clube de Automóveis Antigos da Costa Azul, com o apoio da Câmara de Santiago do Cacém e da União de Freguesias de Santiago do Cacém, Santa Cruz e São Bartolomeu da Serra.

Segundo o presidente da Câmara de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, “este era um projeto que a Câmara há muitos anos tinha idealizado mas que, por vicissitudes várias, ainda não tinha sido possível concretizar. Com este monumento pretendemos assinalar um momento único para a história do nosso concelho, mas também do país, que teve o privilégio de receber o 1.º automóvel que circulou em Portugal”.

Para a concretização deste projeto, que é inaugurado, às 16:00, contribuiu, igualmente, a política de mecenato da empresa que gere a superfície comercial Continente.

Este, refere o autarca, “é um facto histórico que gostamos de assinalar pois o 1.º automóvel em Portugal veio para Santiago do Cacém em 1985. Segundo rezam as crónicas a viagem começou em Cacilhas e demorou três dias, e pelo caminho, em Palmela, atropelou um burro que veio a morrer”.

“Este ano associamos à XXV Viagem Histórica a inauguração de um monumento alusivo ao acontecimento”, concluiu o autarca.

Foi em outubro do ano de 1895 que a viagem do Panhard & Levassor, comprado em Paris por D. Jorge d´Avillez, um jovem visionário e aristocrata de Santiago do Cacém, se tornou um marco histórico. Foi, também, para Santiago do Cacém que veio o primeiro roll royce e a primeira licença de condução.

Este acontecimento histórico já mereceu uma exposição de pintura do artista D’Assis Cordeiro, intitulada “O Gasolina em Santiago do Cacém – 1895”. A exposição resultou de um trabalho intenso de pesquisa para apurar a verdadeira história desta viagem, que o pintor realizou ao longo dos anos, e esteve patente no Museu Municipal de Santiago do Cacém até 30 de março.

Sobre o mesmo tema, D’Assis Cordeiro expôs, ainda, no Museu Nacional dos Coches com o título “Quando os Cavalos… Saltam para o Motor o Panhard et Lavassor, 1895” que esteve patente até 13 de outubro.


Opinião do Leitor

Deixe um comentario


error: www.radiom24.pt