ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

PCP analisa resultados das eleições e destaca maioria absoluta em três câmaras da região

Por a 4 de Outubro, 2021

O PCP assinalou os resultados obtidos nas últimas eleições na região do litoral alentejano considerando  o “quadro particularmente exigente” e os “fatores adversos” e destacou a “maioria absoluta” em três câmaras municipais e as centenas de eleitos nos vários órgãos autárquicos.

“Um resultado que teve de enfrentar, na sua construção, um conjunto de fatores adversos, mas que a mobilização e empenhamento de milhares de ativistas e candidatos ergueu, afirmando o trabalho, a honestidade e a competência enquanto reconhecida razão de apoio e confiança”, salienta a Direção da Organização Regional do Litoral Alentejano (DORLA) do PCP num comunicado enviado à rádio M24.

A CDU “confirma-se como a grande força no poder local democrático na região com maioria absoluta 3 Câmaras Municipais (Alcácer do Sal, Grândola e Santiago do Cacém) a maioria em 3 Assembleias Municipais” e conseguiu manter “a maioria na Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral (CIMAL)”, destaca.

Para os comunistas, apesar da perda da maioria nas Assembleias de Freguesia do Carvalhal (Grândola) e Vale de Santiago (Odemira), a CDU conseguiu recuperar as Freguesias de Melides (Grândola) e São Luís (Odemira) mantendo “a maioria em 16 das 31 Assembleias de Freguesia” em toda a região “com a eleição de 164 homens, mulheres e jovens cuja dedicação às suas terras e às suas gentes esteve e está presente”.

“Nos concelhos onde a CDU está em minoria, manteve o vereador eleito em Sines e os dois vereadores em Odemira, subindo a sua votação para a Câmara Municipal”, realçou.

Segundo a DORLA do PCP, os resultados alcançados na região são inseparáveis “de fatores”, como ” o peso da epidemia” da covid-19 “e dos condicionamentos no plano da participação, proximidade e envolvimento populares”.

“Elementos que constituem na gestão da CDU, nos seus projetos e iniciativas de âmbito cultural e desportivo, de relação com as comunidades educativa e associativa, elementos estruturantes de afirmação e dimensão democrática, os efeitos de uma prolongada e intensa campanha anticomunista visando, com recurso à mentira e à manipulação, atingir a reconhecida e distintiva seriedade dos eleitos da CDU”, frisa.

Sublinha ainda que “em cada freguesia e concelho, as populações contarão com os eleitos da CDU para
prosseguir o trabalho e a intervenção por melhores condições de vida”.

E relembra que é necessário “dar resposta aos problemas económicos e sociais que assolam a região e o País, designadamente com a concretização dos projetos estruturantes capazes de dar combate à crescente quebra demográfica, diversificando e desenvolvendo à base económica respeitando o ambiente e os ecossistemas, valorizando o trabalho e os trabalhadores, reforçando os serviços públicos, melhorando as acessibilidades e os transportes públicos rodoferroviários”.


error: www.radiom24.pt