ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Start Campus dá início à construção da 1.ª fase do Mega Centro de Dados Sines 4.0

Por a 26 de Abril, 2022

A Start Campus, empresa responsável pelo desenvolvimento do megacentro de dados SINES 4.0, iniciou hoje a primeira fase de construção do primeiro edifício NEST – New & Emerging Sustainable Technologies, que terá uma capacidade total de 15 MW [megawatts] e estará concluído no primeiro trimestre de 2023.

De acordo com a empresa, em comunicado, o NEST é o primeiro edifício daquele que será “um dos maiores campus de data centres da Europa”.

O edifício NEST- New & Emerging Sustainable Technologies, que corresponde à primeira fase do projeto, terá “uma capacidade de 15 MW [megawats] e “representa um investimento de 130 milhões de euros”.

O projeto SINES 4.0 “será 100% verde e quando estiver terminado, em 2027, terá 495 MW de capacidade total, sendo composto por nove edifícios: além do NEST com 15MW serão construídos mais oito edifícios com 60MW de capacidade cada”.

 O SINES 4.0 ficará localizado na Zona Industrial e Logística de Sines (ZILS), nos terrenos contíguos à recentemente encerrada Central Termoelétrica a Carvão de Sines.

Além do edifício NEST, com 15MW, a concluir até ao primeiro trimestre de 2023, está ainda prevista a construção de “mais oito edifícios com 60 MW de capacidade cada”, indicou.

Segundo a Start Campus, apesar de ser um modelo mais pequeno dos restantes, “o primeiro edifício terá um total de 5 mil metros quadrados”, disponibilidade para “um a seis clientes”, com “seis salas de 2,5MW” e “contará com energia verde e refrigeração sustentável, além de serviços de suporte”.

Na primeira fase, segundo a empresa, serão criados entre 70 e 100 novos postos de trabalho diretos em Sines, com “uma forte componente de funções altamente qualificadas como engenheiros de telecomunicações, mecânicos e eletrotécnicos”, e ainda 400 postos de trabalho indiretos.

“Desde o ano passado, já foram investidos no projeto 20 milhões de euros”, um montante que representa “a primeira parcela de um investimento global estimado em 3,5 mil milhões de euros até 2027”, acrescentou.

Para o diretor executivo da Start Campus, Afonso Salema, “o SINES 4.0 começa agora a ser implementado no terreno e isso é um marco importante para este projeto”, cujo investimento “responde a duas tendências que se confirmaram nos últimos anos: transformação digital do sustentabilidade”.

“Queremos fazer a diferença com o que estamos a criar, gerando postos de trabalho qualificados e atraindo mais investimento com impacto positivo para a comunidade em Sines”, frisou o responsável, citado no mesmo comunicado.


error: www.radiom24.pt