ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Entrevista: “O que me doeu mais foi fechar cemitério” – Junta de Freguesia de São Domingos

A Junta de Freguesia de São Domingos e Vale de Água reabriu na semana passada os serviços e já está a trabalhar normalmente, depois de ter sido obrigada a encerrar as instalações devido à pandemia de covid-19.

Em entrevista à rádio M24, a presidente da Junta de Freguesia de São Domingos e Vale de Água, Ana Gonçalves, adiantou que também o cemitério já reabriu e aos poucos outros equipamentos começarão a funcionar garantindo que são cumpridas todas as regras de segurança.

“O que me doeu mais foi fechar o cemitério porque notava que as pessoas tinham ansiedade em visitar as campas dos entes queridos e, durante a pandemia, fiquei com a chave do cemitério e muitas pessoas me contactaram para reabrir mas tirando dois funerais que se realizaram, só reabrimos na última semana”, afirmou.

No terreno, a Junta de Freguesia, está a dar apoios a vários níveis, desde pessoas com doenças, a precisar de medicamentos das farmácias, a crianças que cumprem o ensino à distância, com as fichas escolares. “Isto não tem sido complicado, por enquanto, e o único receio que tenho é que haja alguém numa situação mais complicada e que tenha vergonha de pedir ajuda”, adiantou.

Com a abertura gradual dos serviços, como os cafés, cabeleireiros e restaurantes, a autarca, teme os efeitos negativos do encerramento devido à pandemia. ”

Espero que a economia comece a reabrir porque as pessoas precisam e temos o exemplo do café Patalino, em Vale de Água, encerrou e acho que já não vai reabrir. Mesmo reabrindo aos poucos as pessoas vão ter dificuldades porque ninguém contava com esta crise”, concluiu.


Opinião do Leitor

Deixe um comentario

error: www.radiom24.pt