ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Porto de Sines “vai ser parte da mudança de paradigma” no setor energético – Governo

Por a 18 de Junho, 2021

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, disse hoje que o porto de Sines “vai ser parte da mudança de paradigma em Portugal e na Europa” no setor energético, assim como foi capaz de “se desenvolver” ao longo dos anos, atraindo “outro tipo de atividades”. 

Pedro Nuno Santos falava hoje na sessão de encerramento da conferência “Imagine Sines: Sustentabilidade e inovação conectando o futuro”, no âmbito do 50.º aniversário do Porto de Sines, que se assinala esta sexta-feira.

“O porto de Sines foi sendo capaz de, ao longo dos anos, se desenvolver, atrair outro tipo de atividades e, também em matéria energética, vai ser parte da mudança de paradigma em Portugal e a Europa estão já a viver. São novos tempos, novos desafios para o porto de Sines e para o país”, realçou o governante.

Apontando esta infraestrutura portuária como “um exemplo de integração” na comunidade e na região, o ministro, que tem a tutela dos portos portugueses, destacou a capacidade de, após “várias décadas”, continuar a “desenvolver-se”.

“Ainda em plena pandemia temos um terminal XXI num processo de expansão e a ambição de, agora com os ajustes que vamos fazer em relação ao concurso do Terminal Vasco da Gama, conseguirmos atrair interessados”, acrescentou.

Pedro Nuno Santos sublinhou ainda o contínuo crescimento do porto alentejano, realçando o contributo da Zona Industrial e Logística de Sines (ZILS) na “fixação de uma grande diversidade de atividades económicas e industriais”.

“Há um conjunto de investimentos que são da responsabilidade do Ministério da Infraestruturas e que contribuirão também para o desenvolvimento e expansão do porto de Sines”, como a “ligação à A2, o investimento ferroviário que está a ser feito no Corredor Sul, contribuirão também para suportar o desenvolvimento do porto de Sines, o alargamento do seu hinterland”, notou.

Trata-se de investimentos “importantes para potenciar ainda mais o desenvolvimento do porto de Sines”, defendeu o governante, acrescentando que o país deposita “esperança” que o porto de Sines continue “a crescer e a desenvolver-se, a servir o país e a região do Baixo Alentejo”, frisou.

“Precisamos de infraestruturas e de investimento estratégico como o que temos em Sines para que o país se possa desenvolver, possa transformar o seu paradigma económico e industrial do nosso país”, concluiu.

O evento enquadra-se nas comemorações do Dia do Porto de Sines, que este ano assinala o 50º aniversário da publicação do Decreto-Lei que definiu a criação do Gabinete da Área de Sines, entidade promotora do desenvolvimento do complexo portuário, industrial e logístico de Sines.

 


error: www.radiom24.pt