ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

APS e Extremadura Avante apresentam projeto CALSIBA no Congresso da APLOG

Por a 10 de Novembro, 2021

O subdiretor Geral da Extremadura Avante, José Matías Sánchez, e o Presidente do Conselho de Administração dos Portos de Sines e do Algarve (APS), José Luís Cacho, apresentaram internacionalmente o projeto de cooperação transfronteiriça CALSIBA, no 23.º Congresso de Logística da Associação Portuguesa de Logística (APLOG) realizado nos dias 9 e 10 de novembro, em Lisboa, sob o tema “Da Resiliência à Recuperação”.

A apresentação enquadrou-se no painel intitulado “Infraestruturas – Mais Resiliência, Mais Crescimento”, na qual o Subdiretor Geral da Extremadura Avante e o Presidente do Conselho de Administração da APS, sócios da CALSIBA, explicaram que este projeto permitirá melhorar a competitividade e inovação do transporte multimodal de mercadorias no Corredor Logístico Atlântico Sines-Badajoz, através do desenvolvimento e implementação de tecnologias inovadoras de informação e comunicação, aumentando a competitividade do tecido empresarial transfronteiriço.

Durante o seu discurso, José Matías Sánchez salientou que o objetivo da cooperação entre as duas entidades é, por um lado, promover o Porto de Sines como uma porta de entrada e saída de mercadorias por mar e, por outro lado, promover a Plataforma Logística do Sudoeste Europeu em Badajoz como um Hub de consolidação de mercadorias no Corredor Atlântico para o estabelecimento de novos operadores logísticos e industriais.

O Subdiretor Geral da Extremadura Avante destacou ainda a “Estratégia Logística Regional”, assinada em Fevereiro de 2021 entre a Junta de Extremadura e os principais agentes sociais, e o trabalho realizado para reforçar as alianças com o Porto de Sines. Neste sentido, acrescentou, a Plataforma Logística de Badajoz contribui para o posicionamento da EUROACE como hinterland dos principais portos envolventes, tanto em Espanha como em Portugal.

Por outro lado, José Luís Cacho salientou que o Porto de Sines continua a crescer no volume de mercadorias movimentadas, realçando ainda a corrente expansão do terminal de contentores – Terminal XXI, que contribuirá, de forma determinante, para aumentar a capacidade de servir o hinterland ibérico. Com efeito, as empresas da Extremadura podem beneficiar de ligações marítimas semanais aos principais portos mundiais, aumentando a sua competitividade nos mercados externos.

O presidente da APS recordou ainda que este projeto se enquadra nos objetivos definidos no Plano Estratégico do Porto de Sines, de onde se destaca, neste contexto, a captação de carga Ibérica, com a meta de alcançar uma quota de mercado de 8% no movimento dos portos ibéricos com o hinterland até 2030.

O projeto CALSIBA é co-financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através do programa INTERREG V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020.


error: www.radiom24.pt