ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Voluntários plantam no sábado dois mil sobreiros em Alcácer do Sal

Por a 20 de Novembro, 2019

Mais de 100 voluntários da Corticeira Amorim dão as mãos no sábado a representantes da associação ambientalista Quercus para em conjunto plantarem cerca de 2.000 sobreiros na Herdade Castelo de Arez, em Alcácer do Sal.

 

Já não é a primeira vez que os voluntários da Corticeira Amorim colaboram nesta iniciativa associada ao Green Cork, tendo, desde 2011, contribuído para a plantação em Portugal de mais de 20.000 árvores autóctones, com especial preponderância de sobreiros.

O terreno, no concelho de Alcácer do Sal, propriedade da Santa Casa da Misericórdia local vai ser reforçado com a mancha de florestas de sobro.

A plantação é apoiada pelo projeto Green Cork, da Quercus, do qual a Corticeira Amorim é parceira, desde a sua génese, através do programa de reciclagem de rolhas Green Cork, que reverte para o financiamento da preservação da floresta autóctone portuguesa.

Neste âmbito, a Missão Continente, a Quercus e a Corticeira Amorim voltaram a lançar este ano a campanha de recolha de rolhas distribuindo 500.000 “rolhinhas” pelos clientes das lojas Continente. Uma iniciativa, cujos objetivos são incentivar a reciclagem da cortiça e contribuir para a reflorestação em Portugal, que já permitiu a recolha de cerca de 84 milhões de rolhas desde 2008.

O sobreiro, que foi eleito em 2011, a árvore nacional de Portugal, é uma espécie florestal autóctone que se distribui pela zona ocidental da região Mediterrânica, destacando-se como um ecossistema florestal singular, extremamente rico em termos de biodiversidade.

As florestas de sobro desempenham ainda funções importantes na conservação do solo, na regularização do ciclo hidrológico e na qualidade da água e na produção de oxigénio.

De entre inúmeros benefícios ambientais, as florestas de sobro funcionam como sumidouros biológicos de CO2. Dado o seu crescimento lento – com um ciclo de vida que por vezes ultrapassa os 200 anos – os sobreiros têm um papel relevante na retenção de dióxido de carbono, característica que se estende também aos produtos de cortiça e que se prolonga com a sua reciclagem.

 


Opinião do Leitor
  1. Emidio   A   22 de Novembro, 2019 pelas 11:54

    Sou uma apoiante da ecologia mas…a corticeira Amorim, uma empresa internacionalizada que exporta para todo o mundo necessita de voluntários para plantar as suas árvores?…

Deixe um comentario


error: www.radiom24.pt