ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Tribuna Pública do PCP em defesa do SNS realiza-se hoje em Santiago do Cacém

Por a 17 de Novembro, 2020

O Partido Comunista Português (PCP) realiza hoje uma “Tribuna Pública” em defesa do Serviço Nacional de Saúde (SNS), no Jardim Municipal, em frente à Câmara Municipal de Santiago do Cacém.

 

A iniciativa visa “denunciar o sub-financiamento do SNS e consequente transferência para os privados da prestação de cuidados de saúde, com o pagamento de milhares de milhões de euros aos grupos económicos e financeiros”, explica, em comunicado, o PCP.

Com esta iniciativa, o PCP integra uma ação nacional com expressão regional em Santiago do Cacém, abordando a defesa do Serviço Nacional de Saúde, defendendo o seu reforço “e não entregá-lo aos grupos privados a resolução dos seus problemas”.

“As despesas no SNS com transferência para o setor privado atingiram, em 2018, 5,7 mil milhões de euros. Se considerarmos tudo o que pode ser internalizado no imediato para o SNS – em serviços médicos adquiridos e fornecimento de serviços – (912 milhões de euros) e somarmos o que é pago anualmente em média pelas PPP na saúde, concluímos que estariam disponíveis para investir no serviço público, cerca de 1.500 milhões de euros”, refere.

Com este dinheiro “seria ou não possível contratar os profissionais de saúde em falta e valorizar os seus salários” questiona o PCP considerando que assim seria possível “fixar na região os profissionais, dando resposta aos cerca de 11 mil utentes do Litoral Alentejano sem médico de família, dotar com os profissionais necessários as novas urgências do HLA ou combater os tempos de espera, que chegam a 888 dias como é o caso da otorrinolaringologia”.

Além de defender o reforço do SNS “com mais financiamento, mais profissionais, melhores equipamentos”, o PCP propôs na Assembleia da República um Plano Nacional de Emergência, “cujas medidas aprovadas reclamam do Governo a sua concretização”.


Opinião do Leitor

Deixe um comentario


error: www.radiom24.pt