ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Sociedade Harmonia completa esta quarta-feira 174 anos de existência

Por a 30 de Novembro, 2021

A Sociedade Harmonia, de Santiago do Cacém, a coletividade mais antiga do concelho comemora esta quarta-feira, 174 anos de existência e apela a uma maior participação da população nas suas atividades.

Fundada em 1847, a Sociedade Harmonia, localizada no centro histórico de Santiago do Cacém, foi criada com o objetivo de proporcionar o convívio entre os seus sócios.

Desde então, mantém-se em atividade, apesar das dificuldades que a atual direção enfrenta para garantir o funcionamento uma das coletividades mais importantes do concelho.

O edifício “necessita de obras há já muitos anos e estamos a falar de obras profundas, principalmente, na cobertura do Salão do cineteatro. São obras grandes e têm alguma urgência”, disse à rádio M24, o presidente da Sociedade Harmonia, José Cavalinhos.

“Neste momento, não estamos a fazer espetáculos no salão porque as condições que temos não são as melhores. Precisamos de obras principalmente em toda a estrutura do cineteatro, com a remoção do telhado que ainda é o original. Não está em perigo de ruína, mas precisa de obra porque já tem muitas infiltrações de água”, exemplificou.

Além disso, também são necessárias “obras no interior do cineteatro”, indicou.

“Isto são obras que uma Sociedade, com receitas quase nulas, não pode realizar, por isso, em colaboração com a câmara, estamos a tentar arranjar um projeto e verbas que possam suportar” estas obras “na ordem dos 200 mil euros”.

“As obras que iremos fazer com o apoio de algumas entidades, entre as quais a Câmara Municipal, a União de Freguesia e a Fundação da Caixa Agrícola, concentram-se no Bar porque tivemos este ano um acidente com a queda de todo o teto falso. São obras mais pequenas que ainda vamos fazendo com algum apoio”, frisou.

Segundo José Cavalinhos, esta é a coletividade mais antiga do concelho e uma das mais antigas do país com atividade ininterrupta.

“Sempre em atividade, com pequenas exceções, como o período de dois meses em que estivemos encerrados devido à pandemia da covid-19, o que prejudicou um pouco a dinâmica da coletividade. Nestes 174 anos tivemos sempre de porta a porta de domingo a domingo”.

A Sociedade Harmonia tem uma sala de espetáculos com lotação para 200 pessoas, com um palco e um balcão antigo, superior. Para além de outras salas de menor dimensão, conta também com um pequeno bar e sala de jogos.

“Em atividade temos dois grupos corais, um adulto e outro infantil, aulas de piano e de dança, além de termos, pontualmente, formações do Instituto de Emprego. Isto faz com que pelo menos 200 pessoas, semanalmente, frequentem a Sociedade Harmonia nas várias atividades”.

Atualmente com cerca de 300 sócios, e em dia de aniversário, o presidente da direção da Sociedade Harmonia, garante tudo fazer “para tentar manter a história enorme desta casa”.

“Pedimos também à população de Santiago do Cacém que nos ajude, mais não seja em frequentar a casa e as atividades”, concluiu.

Das suas atividades destaque para o Grupo Coral Harmonia, o Coral Harmonia Juvenil, a Escola de Piano, as Danças de Salão e em colaboração com a Associação Cultural de Santiago do Cacém, as aulas de Yoga e de Jiu-Jitsu.

Constituída formalmente a 1 de dezembro de 1847 por Agostinho de Vilhena e seus irmãos, Cipriano de Oliveira e José Beja da Costa, a Sociedade Harmonia está localizada junto à Praça Conde do Bracial.
Na época era um espaço de cultura e entretenimento por onde passaram diversos profissionais do espetáculo, tanto nacionais como estrangeiros.
Assume-se como uma das coletividades mais antigas do país, ainda em funcionamento, e nela teve lugar o primeiro cinema da cidade que estreou em 1897.

error: www.radiom24.pt