ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Santiago do Cacém desenvolve parceria para promover Turismo Arqueológico

Por a 24 de Agosto, 2020

O município de Santiago do Cacém assinou o protocolo de parceria no âmbito da iniciativa “Turismo Arqueológico no Alentejo: Presente e Passado”, que vai permitir promover o património arqueológico numa vertente turística.
O projeto, cuja candidatura a financiamento pelo Turismo de Portugal foi aprovada, “visa reativar os itinerários arqueológicos do Alentejo implementando ações imateriais que visam a aposta nas tecnologias da informação como mecanismo atual e prioritário na educação, comunicação e disseminação de informação, modernizando a oferta turística arqueológica do Alentejo”.
O presente acordo de parceria tem como objetivo o desenvolvimento do projeto “Turismo Arqueológico no Alentejo: Presente ao Passado”, que a Universidade de Évora e o Campo Arqueológico de Mértola apresentaram à Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior e que foi aprovado para financiamento pelo Turismo de Portugal, bem como dar-lhe continuidade no futuro do ponto de vista financeiro, de divulgação e de manutenção da plataforma de divulgação dos Itinerários Arqueológicos do Alentejo.
São parceiros desta iniciativa a Direção Regional de Cultura do Alentejo, o Campo Arqueológico de Mértola, a Universidade de Évora, a Entidade Regional de Turismo do Alentejo e os Municípios de Beja, Campo Maior, Mértola, Monforte, Montemor-o-Novo, Ourique, Santiago do Cacém e Vidigueira.
De acordo com a autarquia, “um dos eixos estruturantes para o desenvolvimento da região do Alentejo é a dinamização do território com base nos recursos culturais patrimoniais, entre os quais se encontra o património arqueológico, sendo este um recurso científico e cultural fundamental que deve ser usufruído pela população e rentabilizado em termos turísticos”.
Dados revelam que no Alentejo, o turismo cultural é uma atividade económica em contínuo crescimento e o património arqueológico é um dos seus elementos mais destacados, acrescentou.

Opinião do Leitor

Deixe um comentario


error: www.radiom24.pt