ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Requalificação do Centro Histórico de Cercal do Alentejo melhora circulação de peões

Por a 16 de Junho, 2021

As obras de requalificação do Centro Histórico de Cercal do Alentejo vão ser inauguradas, no próximo domingo, no Largo da Igreja Matriz, numa cerimónia que marca os 30 anos de elevação de Cercal do Alentejo a vila, anunciou hoje a Câmara de Santiago do Cacém.

De acordo com o município, em comunicado, esta intervenção permitiu “qualificar a imagem geral” daquela zona da vila de Cercal do Alentejo, “quer paisagisticamente, quer funcionalmente, recorrendo ao espaço público para preservar a memória do local, valorizando os usos partilhados que atualmente coexistem, mas garantindo a segurança dos seus utilizadores e privilegiando a circulação pedonal”.

A empreitada referente à requalificação do Espaço Público Envolvente da Igreja Matriz englobou o Largo da Igreja, a Rua Guerra Junqueiro, parte da Rua do Passal, da Rua da Aldegalega e da Azinhaga do Barranco. A autarquia efetuou, ainda, trabalhos na Rua da Parreira até ao cruzamento com a Rua Centenários da Independência.

Recorde-se que no Cercal do Alentejo decorreu, também, a reabilitação do edifício do Mercado Municipal, tendo a câmara suportado o custo das duas obras num valor de 822.438,03 euros.

Estas obras estão integradas no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) para o concelho de Santiago do Cacém, sendo que a taxa do apoio do FEDER disponível para esta operação é de cerca de 02%, que corresponde a 14.020,51 euros decorrente da elevada taxa de execução das verbas do FEDER que o Município já atingiu com as obras já realizadas ou em curso, no âmbito do PEDU.

A intervenção no Centro Histórico de Cercal do Alentejo incluiu a requalificação das áreas de circulação pedonal, através da repavimentação dos passeios existentes, criação de passeios e de faixas de circulação pedonal, criação de acessos desnivelados às passadeiras, remoção de obstáculos,criação de zonas de estar, plantação de árvores, colocação de mobiliário urbano.

A criação de algumas bolsas de estacionamento, zonas de cargas e descargas, locais de estacionamento condicionados no tempo, o reforço da rede pública de abastecimento de água, e reconfiguração da rede de drenagem pluvial e intervenções pontuais na rede de esgoto doméstico e a pavimentação e sinalização rodoviária também estão incluídos.


error: www.radiom24.pt