ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Porto de Sines estima crescimento de 10% na carga contentorizada apesar da pandemia

Por a 16 de Dezembro, 2020

O presidente do conselho de administração do Porto de Sines, José Luís Cacho, estimou hoje um crescimento de cerca de 10% na carga contentorizada em 2020 apesar das dificuldades criadas pela pandemia de covid-19.

“Por termos sabido resistir, vamos crescer perto de 10% na carga contentorizada, a que somaremos outros resultados positivos também”, perspetivou José Luís Cacho, citado num comunicado, por ocasião do 43.º aniversário da Administração do Porto de Sines (APS), no distrito de Setúbal, que se assinalou na segunda-feira.

No comunicado, o presidente da APS, faz um balanço do desempenho do principal porto do país em 2020, apesar das “dificuldades vividas” ao longo do ano, realçando a “resistência” e a capacidade de adaptação da infraestrutura portuária com o lançamento de vários projetos.

“Resistimos, associando-nos aos principais portos do mundo na resiliência face à pandemia, a expansão do Terminal XXI foi adjudicada, arrancou a Janela Única Logística (JUL), prosseguem as obras de requalificação no ramal ferroviário do Porto de Sines”, exemplificou.

Além destes projetos, em curso no Porto de Sines, José Luís Cacho destacou ainda “o lançamento de dois concursos públicos para a modernização da ligação ferroviária entre Sines e a Linha do Sul” e a apresentação do Plano Estratégico 2020-2030 que, no seu entender, “sinaliza uma mudança de peso no rumo a tomar na próxima década”.

Uma “resistência essencial para que esta importante infraestrutura portuária nacional consiga “avançar”, afirmou .

“As alterações climáticas bateram-nos à porta com fragor, a descarbonização da economia avança inexoravelmente, tendo, a energia, um peso significativo no Porto de Sines. É evidente a imperiosa necessidade de nos adaptarmos, procurando novos caminhos” lê-se no comunicado.

No balanço das iniciativas desenvolvidas ao longo do ano, o presidente da APS realçou ainda “os gestos de solidariedade ativa em que fomos parceiros” e a “integração da CPLS [Comunidade Portuária e Logística de Sines] no projeto europeu PLANET”, evidenciando a “determinação para vencer os desafios que se colocarão no próximo ano”.

A APS foi criada a 14 de dezembro de 1977 com a vocação de centro dinamizador do pólo de desenvolvimento da área de Sines, tornando-se numa infraestrutura portuária internacional, que, ao longo dos 43 anos de existência, já recebeu mais de 50 mil navios e movimentou mais de mil milhões de toneladas em todos os terminais portuários.


error: www.radiom24.pt