ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

PJ e polícia espanhola apreendem cocaína dissimulada em carvão no Porto de Sines

Por a 1 de Junho, 2021

A Polícia Judiciária e a sua congénere espanhola detiveram três homens e apreenderam 862 quilos de cocaína numa operação de combate ao tráfico de droga por via marítima, desmantelando uma organização que atuava no País Basco.

Em comunicado hoje divulgado, a PJ adianta que durante a investigação, que em Portugal se iniciou há mais de um ano, foi possível recolher informação de que a organização criminosa poderia estar a fazer importações de droga através de portos marítimos nacionais.

Numa ação articulada com a Autoridade Tributária e Aduaneira foram localizados, no Porto de Sines, dois contentores provenientes de um país da América Latina num dos quais estava escondida “uma importante quantidade de cocaína” escondida em várias dezenas de sacos dos mais 1.200 que acondicionavam carvão.

A nota refere que a droga, que à vista desarmada se confundia inteiramente com pedaços de carvão, “foi transformada na origem através de um complexo processo químico normalmente utilizado por cartéis colombianos e mexicanos na dissimulação da cocaína”.

Após a deteção da droga no Porto de Sines, o Ministério Público de Santiago do Cacém autorizou que se procedesse a uma entrega controlada, isto é, os contentores foram seguidos sob apertada vigilância policial durante mais de 800 quilómetros, até um armazém situado na cidade de Medina del Campo, na região de Castilla y León, em Espanha.

Nesse local foram apreendidos 862 quilos de cocaína e detidos três homens, entre eles o alegado líder da organização criminosa, que tinha antecedentes policiais e utilizava diversas empresas para proceder à importação de grandes quantidades droga em contentores.

A “operação carvão” resultou da articulação e permanente troca de informação entre a Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes da PJ e o Cuerpo Nacional de Policia de Espanha.


error: www.radiom24.pt