ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Orçamento Participativo de Odemira aprova cinco propostas dedicadas ao ambiente

Por a 16 de Dezembro, 2020

São cinco as propostas vencedoras da edição deste ano do Orçamento Participativo (OP) de Odemira, dedicadas ao “Ambiente e Alterações Climáticas”, escolhidas pela população através de voto, no valor total de 300 mil euros.

 

A proposta que prevê a criação de um percurso interpretativo na zona da ponte Salvador, Corte Malhão, na freguesia de São Martinho das Amoreiras, com um total de 195 votos, foi a primeira proposta a vencer o OP deste ano. Além do percurso pedestre, o projeto, com um financiamento de 75 mil euros, inclui um espaço de merendas, zonas de estar e de educação ambiental, “com a particularidade de criar roteiros acessíveis a todos”.

Entre as propostas de investimentos públicos apresentadas ao OP de Odemira, a população escolheu também o projeto “Energia Limpa na Freguesia” de Vila Nova de Milfontes, no valor de 75 mil euros, com a montagem de painéis fotovoltaicos nos edifícios das associações da freguesia.

O projeto, que recebeu 149 votos, tem como objetivo “minimizar o consumo de energia e baixar os encargos mensais da energia consumida”.

Outra das propostas mais votadas no OP de Odemira, com um financiamento de 75 mil euros, propõe a instalação de uma unidade geradora de energia fotovoltaica, na freguesia de São Luís, com potência de 120 KW (KiloWatts) em terreno municipal, para fornecer energia elétrica às escolas básicas do 1.º ciclo, jardins de infância e outros edifícios.

O levantamento de todas as fontes e minas tradicionais, no valor de 25 mil euros, que permita “a descrição do seu estado, importância histórica e relevância para as comunidades, a sua requalificação e avaliação da qualidade da água”, e a criação de uma ‘Rede de Guardiões de Sementes Tradicionais’, foram outras das propostas incluídas no OP de Odemira.

A rede, que terá um financiamento de 50 mil euros, propõe-se “investigar, preservar, distribuir e divulgar as relevantes e vitais variedades autóctones – hortícolas e frutícolas – existentes no concelho de Odemira”.

Durante o mês de novembro, a população votou em 42 propostas de investimentos públicos, sendo 13 referentes ao OP Municipal e 29 propostas referentes aos processos das freguesias (com um valor global de 130 mil euros), cujos resultados serão apresentados pelas juntas, referiu o município em comunicado.

As propostas mais votadas, até ao montante global de 300 mil euros, vão ser agora implementadas pelo município de Odemira, sendo 150 mil euros para projetos promovidos nas freguesias do interior do concelho ou com menos de 1.500 habitantes e os restantes 150 mil euros para projetos promovidos nas freguesias do litoral do concelho ou com mais de 1.500 habitantes.

Dinamizado desde 2011, o Orçamento Participativo integra o programa municipal “Odemira Participa”, que tem por objetivo “potenciar o exercício da cidadania participada, ativa e responsável, com vista à melhoria da qualidade de vida no concelho”, concluiu.

As propostas vencedoras foram conhecidas na passada segunda-feira.


error: www.radiom24.pt