ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Odemira evoca desastre ambiental provocado por derrame de crude

Por a 2 de Julho, 2019

O município de Odemira vai evocar o desastre ambiental provocado pelo derrame de crude em 1989 com iniciativas de homenagem aos cidadãos e entidades, em Almograve, que contribuíram para a reposição das condições naturais e balneares da costa sudoeste.

As comemorações dos ’30 anos do Mar Limpo’ vão decorrer, entre 5 e 14 de julho, com um festival de música e consciência ambiental, atividades de educação ambiental, jornadas, documentários, exposição e uma cerimónia evocativa.

De acordo com a autarquia, a ação pretende homenagear os cidadãos e entidades que, de forma ímpar, contribuíram para a reposição das condições naturais e balneares de qualidade da costa sudoeste, após o trágico acidente com o petroleiro “Marão” ao largo de Sines e alertar para a necessária assunção de responsabilidades por parte das entidades responsáveis em situações semelhantes.

“Uma das maiores marés negras na costa portuguesa aconteceu a 14 de julho de 1989 com maior incidência na praia de Almograve devido ao derrame de cerca de 6 mil litros de crude, provocado pelo acidente no navio ‘Marão Diários’, ao entrar no Porto de Sines”, relata a autarquia.

Na altura, o município de Odemira interpôs um processo judicial e de custos à empresa responsável pela ocorrência.

Passados 30 anos, adianta, o desafio que se coloca é promover a reflexão e debate sobre as causas do acidente do Marão e as principais políticas e medidas atualmente em vigor para prevenir e mitigar os impactes de ocorrências de poluição por hidrocarbonetos.

Música, jornadas, filmes, exposição e uma cerimónia evocam derrame

O programa de atividades inicia-se com o Festival Almogrooves, na sexta e sábado, na praia do Almograve, um evento que promove a música e a consciência ambiental. Entre os dias 8 e 13 de julho, serão promovidas diversas atividades de Educação Ambiental na praia do Almograve, dirigidas ao público infantil.

“Como manter o mar limpo?” é o tema das Jornadas do Mar Limpo, no dia 9 de julho, pelas 10:00, na Pousada da Juventude de Almograve, seguido de jornadas interpretativas na praia, guiadas pelo biólogo João Castro e pelo geólogo Sérgio Marachini.

O programa contempla ainda a exibição do filme documentário sobre os “30 anos Mar Limpo”, no dia 13 de julho, a partir das 21:30, seguido da atuação da banda filarmónica de Odemira, uma cerimónia evocativa dos 30 anos do Mar Limpo e o hastear da bandeira Mar Limpo, a 14 de julho, pelas 15:00, na praia do Almograve.

A inauguração da exposição “30 anos Mar Limpo”, pelas 16:30, na praça dos Fuzileiros, e a realização de uma tertúlia com a intervenção de cidadãos que participaram de forma direta e indireta na limpeza das praias, culminam o programa.

 

 


Opinião do Leitor

Deixe um comentario


error: www.radiom24.pt