ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Município de Sines prevê duplicar capacidade de alojamento turístico nos próximos dois anos

Por a 31 de Janeiro, 2020

A capacidade de alojamento turístico no concelho de Sines vai duplicar nos próximos dois anos com a construção de cinco novas unidades hoteleiras, num investimento privado de 50 milhões de euros, revelou o presidente da Câmara Municipal de Sines, Nuno Mascarenhas.

“Atualmente, em termos de oferta de camas turísticas rondará as 800 mas com os projetos que temos em construção, em aprovação ou em fase de aprovação, iremos duplicar esta oferta. A estimativa que temos aponta para um investimento a rondar os 50 milhões de euros”, disse.

De acordo com o autarca, nos próximos dois anos, graças a “investimento privado”, vão “nascer cinco novas unidades” hoteleiras, duas na aldeia turística de Porto Covo e três na cidade de Sines.

“Estamos a falar de um privado que está a construir um Hotel em Porto Covo, com mais de 100 camas, um aparthotel, em Santa Catarina (Sines), com 120 camas, um Hotel do Inatel, em Porto Covo, com 140 camas e ainda a construção de um Hotel na zona sul-nascente da cidade de Sines, para 240 camas”.

Com a conclusão destes empreendimentos turísticos, o município de Sines, estima que a oferta “nos próximos dois anos e meio passará a ser de 1.600 camas turísticas” contando igualmente “com pequenas obras que vão ser feitas nas unidades locais”.

A estes investimentos, soma-se ainda o empreendimento turístico da Cova do Lago, na costa norte de Sines, que “foi recentemente reativado com a aquisição do projeto, por parte de um grupo estrangeiro, num investimento com capacidade para 240 camas mais cerca de 70 moradias”, avançou.

Para o autarca tratam-se de “investimentos significativos” para um concelho que quer “apostar cada vez mais a diversificação económica e, neste caso, no turismo, que é um caminho que há muito tentávamos que se concretizasse e agora estamos a ver o resultado desse trabalho que temos desenvolvido ao longo dos últimos anos”.

 


Opinião do Leitor

Deixe um comentario


error: www.radiom24.pt