ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Movimento contra aumento do custo de vida realiza protesto em Sines (cancelado)

Por a 11 de Abril, 2022

O Movimento ‘Os Mesmos de Sempre a Pagar – Contra o Aumento do Custo de Vida’, constituído recentemente no Litoral Alentejano, realiza uma ação de protesto esta segunda-feira, em Sines. 

Na iniciativa que se realiza, no Jardim das Descobertas, será lançada uma campanha com vista a exigir ao Governo a regulação dos preços, designadamente da energia, reivindicando a descida imediata do IVA do gás (13%) e da eletricidade (23%) para 6%.

Num manifesto, os ativistas denunciam que o sucessivo aumento do custo de vida vai encolhendo salários e pensões e reclamam a necessidade de impor que todos os bens essenciais, como a alimentação, transportes, rendas e medicamentos, tenham preços “justos e suportáveis” para a maioria das pessoas.

A guerra no Leste europeu tem sido o argumento utilizado para o aumento da inflação, mas o movimento recorda que os preços já vinham a subir antes do conflito eclodir na Ucrânia, nomeadamente durante o surto da covid-19.

“Estes aumentos selvagens que enfrentamos vão ter efeitos nos custos dos transportes, nos preços dos alimentos”, refere o movimento que acusa o Banco Central Europeu de “fazer a política do costume”, optando por aumentar “as taxas de juro para salvaguardar o dinheiro dos ricos”.

Neste sentido, o movimento exige a fixação e regulação dos preços dos combustíveis, da energia e de todos os bens essenciais, em particular dos bens alimentares, que os dividendos das grandes empresas sejam, neste momento de crise, desviados das contas dos acionistas para um fundo de emergência nacional para responder ao aumento do custo de vida


error: www.radiom24.pt