ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Medway assina acordo para construir Parque Logístico e de Contentores na ZILS

Por a 17 de Abril, 2019

A Medway, empresa de transportes e logística, vai investir cerca de 1 milhão de euros na construção de um Parque Logístico e de Contentores em Sines para consolidação e desconsolidação de mercadorias, divulgou a empresa.

 

O contrato de instalação do futuro parque foi assinado, na sexta-feira, entre a Medway, antiga CP carga, e a aicep Global Parques, gestora da Zona Industrial e Logística de Sines (ZILS), onde ficará instalado o primeiro projeto do género da empresa de transporte ferroviário de mercadorias no concelho de Sines.

O Parque Logístico e de Contentores, vai permitir “alargar”, por um período de concessão “de 20 anos”, a “prestação dos serviços” da Medway “no Complexo Portuário, Logístico e Industrial de Sines”, divulgou a aicep Global Parques, em comunicado.

Fonte da empresa, do grupo MSC – Mediterranean Shipping Company, adiantou que a obra do futuro parque, que vai ser construído “numa área superior a 30 mil metros quadrados” da ZILS, poderá arrancar “em breve” estando prevista a criação de “10 a 15 postos de trabalho”.

Vamos dar entrada do projeto na Câmara Municipal de Sines para arrancar com os trabalhos de construção dentro de dois meses. Tratando-se de uma obra simples esperamos estar a funcionar antes do final do ano para reforçar a nossa operação em Sines”, adiantou a mesma fonte.

Além da consolidação e desconsolidação de contentores, o projeto, vai garantir “uma série de serviços associados como a lavagem e reparação de contentores”, acrescentou.

O investimento vai garantir à empresa uma “maior capacidade de prestação de serviços logísticos, necessária para a captação de novos negócios e clientes”, reforçou, no mesmo comunicado, a aicep Global Parques.

Já para o presidente da comissão executiva da aicep Global Parques, Filipe Costa, o “novo investimento da Medway acompanha e dinamiza o aumento de produção das unidades petroquímicas instaladas na ZILS, essenciais para alimentar a indústria transformadora em Portugal”.


Opinião do Leitor

Deixe um comentario


error: www.radiom24.pt