ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Mais de duas dezenas de ocorrências devido ao mau tempo no concelho de Santiago do Cacém (c/áudio) (ATUALIZADA)

Por a 20 de Outubro, 2020

A proteção civil municipal registou até ao início da tarde de hoje mais de duas dezenas de ocorrências no concelho de Santiago do Cacém devido ao mau tempo, como inundações e quedas de árvores, mas não há registo de situações graves.

De acordo com o vereador Albano Pereira, até às 13:30 de hoje, registaram-se “algumas quedas de árvores, entupimentos de esgotos e os bombeiros estão também a colaborar com a população em Santiago do Cacém mas não temos ainda nada que se possa considerar grave”.

Em Cercal do Alentejo, devido às obras que estão a decorrer no Largo dos Caeiros e zonas envolventes, houve registo de inundações, causando incómodos a moradores e comerciantes.

“Se o tempo acalmar um pouco nós conseguimos fazer as limpezas, desentupir e desobstruir todas as situações que vão surgindo”, disse o responsável.

 

Também a Federação dos Bombeiros do Distrito de Setúbal já emitiu um comunicado a dar conta que está a acompanhar o envolvimento dos bombeiros do distrito de Setúbal nas intervenções que estão a ocorrer devido à depressão Bárbara, tendo já registado mais de 100 ocorrências.
O distrito de Setúbal encontra-se em alerta vermelho devido ao vento e precipitação forte, causados pela passagem da depressão Bárbara, e Sines é também um dos concelhos mais afetados.
Em comunicado, a Proteção Civil Municipal, os serviços da Câmara, os Bombeiros e as forças de segurança adiantam que estão em articulação na resposta ao elevado número de solicitações que se têm registado, sendo muito importante que as populações tomem as medidas cautelares recomendadas.
“As condições atmosféricas têm-se agravado ao longo do dia e as previsões apontam, ainda, para uma tarde complicada. Devemos, por isso, procurar minimizar os riscos e, sempre que possível, as pessoas devem manter-se em casa, verificando portas, janelas e objetos suscetíveis ao vento”, apela Nuno Mascarenhas, presidente da Câmara Municipal de Sines.
O autarca apela ainda para a manutenção da calma e para que se reportem quaisquer ocorrências à Proteção Civil, aos Bombeiros e à GNR.

Os distritos de Évora, Faro, Beja, Setúbal, Lisboa, Santarém, Castelo Branco e Portalegre estão sob aviso vermelho por causa da chuva, segundo o IPMA.

Os oito distritos estão sob aviso vermelho devido à previsão de chuva por vezes forte e persistente e ocasionalmente acompanhada de trovoada e possibilidade de ocorrência de fenómenos extremos de vento.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o aviso vermelho para os oito distritos vai estar em vigor entre as 12:00 e as 18:00 de hoje.

O aviso vermelho corresponde a uma situação meteorológica de risco extremo. Nesta situação, o IPMA recomenda que as pessoas se mantenham ao corrente da evolução das condições meteorológicas e sigam as orientações da proteção civil.

Portugal continental está sob o efeito da depressão Bárbara, que dará origem a precipitação forte, aumento da intensidade do vento com rajadas até 100 quilómetros por hora e até 130 quilómetros por hora nas terras altas e agitação marítima, em especial na costa da região sul.


Opinião do Leitor

Deixe um comentario


error: www.radiom24.pt