ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Greve de dois dias dos técnicos de diagnóstico e terapêutica afeta serviços da ULSLA

Por a 30 de Julho, 2019

Radiografias, tac’s e cirurgias programadas podem hoje e amanhã ser canceladas devido à greve dos técnicos de diagnóstico e terapêutica da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA).

Uma greve de dois dias contra as práticas da IMI-AFFIDEA, empresa que tem sob contrato um total de 15 trabalhadores que explora o serviço de imagiologia da ULSLA.

De acordo com o Sindicato dos Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica, os trabalhadores lutam contra a precariedade e remuneração digna.

Luis Dupont, presidente do Sindicato dos Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica, exige a “normalização da situação contratual” no serviço de imagiologia do Hospital do Litoral Alentejano e nos Centros de Saúde da região.

O dirigente sindical diz que “a situação já se arrasta há cinco anos” com trabalhadores a receberem “remunerações muito baixas” e por isso reivindica “o pagamento de um salário digno para estes- profissionais”.

A greve de dois dias vai afetar o diagnóstico por imagem, como por exemplo radiografias e TACS entre outros, nas localidades de Santiago do Cacém, Alcácer do Sal, Grândola, Odemira e Sines estando garantindo o cumprimento dos serviços mínimos.

Está ainda prevista uma manifestação destes profissionais, em frente ao Hospital do Litoral Alentejano, esta terça-feira, entre as 11:00 e as 14:00.

Apesar da greve de dois dias, o Sindicato dos Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica diz estar disponível para negociar com a empresa que explora o serviço de imagiologia da ULSLA.


Opinião do Leitor

Deixe um comentario


error: www.radiom24.pt