ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

FITA apresenta dança, teatro e contos em Santiago do Cacém e Vila Nova de Santo André

Por a 5 de Maio, 2022

A 9.ª edição do Festival Internacional de Teatro do Alentejo (FITA) vai passar por Santiago do Cacém e Vila Nova de Santo André, entre sexta-feira e domingo, para apresentar três espetáculos de dança, teatro e contos.

António Revez, diretor artístico do FITA, salientou as propostas do programa do festival para o concelho de Santiago do Cacém que aposta na dança contemporânea, no teatro para a infância e nos contos.

“Na programação tivemos a preocupação de diversificar as propostas, por isso apresentamos o espetáculo de dança “Pausa Forçada”, pela Companhia Alentejana de Dança Contemporânea (CADAC), com coreografia da cubana Marianela Boán, que é uma estreia”, destacou.

De Moçambique, “os contos tradicionais [são] trazidos pela mão de Clement Tsamba, acompanhados pelas sonoridades daquele país africano” e “a pensar num público infanto-juvenil o FITA propõe a peça “Ao Crescer Quero Ser”, da Animateatro”, adiantou.

Para o diretor artístico do FITA, é “importante” disponibilizar “espetáculos para os mais jovens” com o objetivo de  “formar público”.

O Auditório Municipal António Chainho (AMAC), em Santiago do Cacém, recebe dois espetáculos do FITA: na sexta-feira, pelas 21:30, sobe ao palco o espetáculo de dança “Pausa Forçada”, pela CADAC, e, no domingo (08), às 16:00 a peça de teatro infantil “Ao Crescer Quero Ser”, da Animateatro.

De acordo com a organização, no espetáculo de dança “Pausa Forçada”, os bailarinos expressam, através dos movimentos, “a vontade de abraçar, dançar, beijar, e não poder. Pausas forçadas que nos fazem viver a mesma coisa repetidamente sem perceber”.

“Quatro personagens tentam mobilizar suas vidas forçadas a pausar, usando todos os recursos possíveis para retomar os rituais e afetos interrompidos”, revelam.

No domingo, a companhia Animateatro faz uma homenagem, através da brincadeira, às “profissões que caíram em desuso, ou atuais que tantas vezes passam despercebidas. Deixando a importante mensagem às crianças que têm ainda tempo para apenas Ser”.

No sábado, na Biblioteca Municipal Manuel José “do Tojal”, em Vila Nova de Santo André, é apresentado, às 16:00, o espetáculo “Karingana e a Batucada de Contos”, escrito e interpretado por Klemente Tsamba, vindo de Moçambique.

“Este é um espetáculo baseado na oralidade que navega sobretudo no universo das fábulas tradicionais moçambicanas, criando por vezes momentos de interação com o público através da introdução de jogos e ritmos improvisados”, acrescentam.

O espetáculo é dirigido a maiores de seis anos.

O FITA decorre, entre os dias 05 e 14 deste mês, por todo o Alentejo, e apresenta criações de 18 companhias oriundas do espaço ibero-americano, sobretudo de Espanha, México, Brasil, Colômbia, Uruguai, Equador, Moçambique e Portugal.

FITA 2022 é uma produção da Lendias d’Encantar, estrutura financiada pela Direção Geral das Artes.


error: www.radiom24.pt