ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Época balnear arranca com vigilância nas praias do litoral alentejano

Por a 15 de Junho, 2021

A época balnear no litoral alentejano já arrancou com a vigilância nas praias dos concelhos de Sines, Grândola e Odemira, à exceção do município de Santiago do Cacém que abre oficialmente no próximo sábado.

“A época balnear está a ter o seu início na área de jurisdição da Capitania de Sines, tendo já registado uma grande afluência de banhistas no último fim-de-semana muito devido aos feriados”, explicou o comandante da Capitania do Porto de Sines, Rui Filipe.

Em termos de vigilância, a maioria das praias “contam com os nadadores salvadores”, à exceção das praias da Ilha do Pessegueiro e de Morgavel, no concelho de Sines, cujo processo “está a ser tratado pela Câmara de Sines que tem a responsabilidade” de garantir a colocação do dispositivo.

“A câmara, que tem responsabilidade pelos nadadores-salvadores, está a tratar do assunto e estamos a trabalhar em conjunto para ter o dispositivo de assistência aos banhistas nestas duas praias instalado até ao próximo fim-de-semana. Até lá são consideradas praias sem vigilância”, garantiu.

Para além da Costa de Santo André e Fonte do Cortiço, em Santiago do Cacém, cuja época balnear arranca no próximo sábado, toda a costa alentejana tem já o normal dispositivo de segurança, composto pelo posto de praia, sinalização de segurança e primeiros socorros, acrescentou.

A vigilância abrange as praias sob jurisdição da capitania de Sines, entre Melides, no concelho de Grândola (Setúbal), e Carvalhal, em Odemira (Beja), e compreende um total de 92 quilómetros de costa.

No total, as praias consideradas zonas balneares, vão contar com 38 nadadores-salvadores, distribuídos pelos concelhos de Grândola (2), Santiago do Cacém (4), Sines (13), Odemira (19) para garantir a segurança das praias até ao dia 30 de setembro.

“Para além destes, Sines, irá contar ainda com mais dois nadadores-salvadores na praia da Samoqueira e, Santiago do Cacém, irá colocar dois nadadores-salvadores na praia do Porto das Carretas, que não estão classificadas como águas balneares, devido à afluência de banhistas”, explicou Rui Filipe.

O dispositivo foi montado nas praias de Melides (Grândola), Vasco da Gama, São Torpes, Vieirinha e Porto Covo (Sines), no distrito de Setúbal, e Malhão Norte, Malhão Sul, Farol, Franquia, Furnas Rio, Furnas Mar, Almograve e Almograve Sul, Zambujeira do Mar, Alteirinhos e Carvalhal (Odemira), no distrito de Beja.

Para as zonas que não são designadas como praias de banho, a Capitania do Porto de Sines disponibiliza duas viaturas todo-o-terreno, do projeto ‘Seawatch’, com militares da Marinha com formação de nadador-salvador, e dois militares em vigilância apeada”, que vão reforçar a segurança da costa durante a época balnear.


error: www.radiom24.pt