ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Entrevista: União de Freguesias de Santiago do Cacém apoia cerca de nove famílias devido à pandemia de covid-19 (c/vídeo)

Por a 27 de Abril, 2020

O projeto “Fique em Casa. Nós Vamos às Compras”, para apoio a idosos e pessoas de risco na entrega de bens alimentares e medicamentos, já deu apoio a nove famílias da união de freguesias de Santiago do Cacém, Santa Cruz e São Bartolomeu da Serra.

 

“Temos sempre um número que ronda as oito a nove famílias, às terças e sextas-feiras, além dos idosos que acompanhamos desde a 1.ª hora, com filhos fora da localidade, que são acompanhadas por nós. Este aconchego, a palavra, a solidão que está associada e não só a entrega do medicamento ou das compras do supermercado também está associada a esta iniciativa”, revelou Isabel Contente, presidente da União de Freguesias de Santiago do Cacém, numa entrevista à rádio M24.

O projeto, lançado a 23 de março, que está no terreno com a ajuda de voluntários, como os escuteiros, algumas superfícies comerciais e farmácias, “está a correr bem”, indicou a autarca que “entretanto mudou o espaço da junta de freguesia que já não estava a corresponder” às necessidades.

“Estamos a fazer uma “ponte” com os escuteiros, que também trabalha com a Conferência Vicentina, e por outro lado contamos com o espaço que o União Sport Clube disponibilizou, na antiga escola primária, que nos permite dar outro apoio. Por exemplo, estão a começar a surgir alimentos que não estão a ser escoados e que as pessoas já não sabem o que fazer com eles, como o peixe fresco. É importante que haja esta rede que pode dar apoio a quem necessita”, acrescentou.

Entretanto, a União de Freguesias de Santiago do Cacém, Santa Cruz e São Bartolomeu da Serra, vai lançar esta semana uma Linha de Apoio Psicológico, com a colaboração de 3 psicólogas, “duas voluntárias e uma do centro de saúde” que vão dar apoio às pessoas que estão em isolamento.

“Começamos a sentir necessidade de dar resposta a este nível às pessoas que, devido ao isolamento, já estão a descompensar e, como muitas recorrem à junta de freguesia, por estar mais próximo dos fregueses, decidimos avançar com este apoio psicológico que, o mais tardar, esta semana, estará no terreno”, referiu Isabel Contente.

Ao nível dos equipamentos de proteção individual, a União de Freguesias, adquiriu máscaras, gel desinfetante, fatos de proteção e outro material que tenciona distribuir nos próximos dias por várias instituições da freguesia.

“Tem sido complicada a aquisição dos produtos, que começaram a falhar no mercado, mas felizmente já começamos a ter uma lista considerável e é nossa intenção repartir e fazer a entrega, esta semana, a várias instituições que precisam do nosso apoio, dos produtos de forma gratuita. Vem aí outra etapa e é muito importante o resguardo, as máscaras, gel e até fatos inteiros que adquirimos e, ainda, produtos que outras pessoas nos doaram para podermos distribuir por essas entidades”, frisou.

 

 


Opinião do Leitor

Deixe um comentario


error: www.radiom24.pt