ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Eleições: PS reforça votação no distrito de Setúbal. PSD, CDS-PP e CDU perdem deputados.

Por a 7 de Outubro, 2019

O Partido Socialista reforçou, este domingo, a liderança no distrito de Setúbal, alcançando 38,58% da votação do eleitorado. PSD, CDS-PP e CDU perdem deputados na Assembleia da República. 

No rescaldo da noite eleitoral, o PS, com 152.433 votos, assegurou a eleição de nove deputados, mais dois do que em 2015 quando obteve 145.302 votos dos eleitores do distrito de Setúbal.

PSD e CDS-PP que, em 2015, apresentaram-se em coligação e obtiveram 95.659 votos e cinco mandatos, alcançaram nestas legislativas 68.563 votos no total, mas apresentaram candidaturas individuais.

O PSD ficou com 56.860 elegendo três mandatos, e o CDS-PP com 11.703, saindo como o maior derrotado ao perder o único deputado eleito no distrito, Nuno Magalhães.

Também a CDU reduziu votação, passando de quatro para três deputados eleitos.

Já o PAN celebra a vitória em Setúbal, com a eleição do primeiro deputado pelo distrito, Maria Cristina Pacheco Rodrigues.

Assim sendo, no distrito de Setúbal, o Partido Socialista, elegeu Ana Catarina Mendes, Eduardo Cabrita, Eurídice de Sousa Pereira, João Galamba, Ricardo Mourinho Félix, Catarina Rosa da Silva, Maria Antónia Santos, Filipe Pardal Pacheco e André Batista.

Francisco Lopes e Paula Guerreiro Santos Barbosa (CDU), Nuno Oliveira de Carvalho e Fernando Negrão (PSD), Joana Mortágua e Sandra Mestre da Cunha (BE), e Maria Cristina Rodrigues (PAN), são os restantes deputados que vão representar o círculo eleitoral na próxima legislatura.

PS vence em todos os concelhos do Litoral Alentejano

No final da noite eleitoral, o Partido Socialista saiu vencedor nos cinco concelhos do Litoral Alentejano. A CDU foi o segundo partido mais votado nos concelhos de Santiago do Cacém, Sines, Grândola, Alcácer do Sal e Odemira.

Em Santiago do Cacém, o PS alcançou 35,16% (4.592 votos), o PCP-PEV 19,16% (2.503 votos), o PSD 15,31% (2.000 votos) e o Bloco de Esquerda 12,55% (1.639 votos), o CDS-PP 2,99% (390 votos) e o PAN 2,82% (368 votos).

No concelho de Sines, o PS obteve 36,31% (2.098 votos), o PCP-PEV 16,03% (926 votos), o Bloco de Esquerda 14,94% (863 votos), o PSD 12,93% (747 votos), o PAN 3,77% (218 votos) e o CDS-PP 2,72% (157 votos).

No concelho de Grândola, o PS teve 36,55% (2.322 votos), o PCP-PEV 24,65% (1.566 votos), o PSD 13,55% (861 votos), o Bloco de Esquerda 9,1% (578 votos), o PAN 2,91% (185 votos) e o CDS-PP 2,61% (166 votos).

No concelho de Alcácer do Sal, o PS alcançou 44,46% (2.408 votos), o PCP-PEV 25,17% (1.363 votos), PSD 9,42% (510 votos), Bloco de Esquerda 8,31% (450 votos), CDS-PP 2,51% (136 votos), e PAN 1,79% (97 votos).

No concelho de Odemira, distrito de Beja, o PS repete a vitória com 44,46% (4.782 votos), PCP-PEV 15,14% (1.628 votos), PSD 13,91% (1.496 votos), Bloco de Esquerda 10,98% (1.181 votos), Bloco de Esquerda 10,98% (1.181 votos), PAN 2,54% (273 votos) e o CDS-PP 2,19% (236 votos).


Opinião do Leitor

Deixe um comentario


error: www.radiom24.pt