ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

COVID-19: Subcomissão Municipal de Proteção de Sines reforça medidas

Por a 14 de Julho, 2021

A Subcomissão Municipal de Proteção Civil de Sines para a covid-19 reuniu-se esta terça-feira, 13 de julho, nos Paços do Concelho, para discutir a evolução da situação epidemiológica do concelho, que se tem vindo a agravar nos últimos dias.

Neste momento, para efeito das medidas de mitigação determinadas pelo Governo, Sines encontra-se classificado como concelho de risco “elevado” de transmissão de covid-19, ou seja, com uma taxa de incidência superior a 120 casos por cem mil habitantes nos últimos 14 dias.

Considerando o número de novos casos positivos na última semana, é expectável que na próxima avaliação Sines passe a integrar a lista de concelhos de risco “muito elevado”, com as restrições adicionais que o Governo vier a determinar.

Tendo em conta os impactos negativos que este agravamento da situação epidemiológica está a impor no sistema de saúde e na atividade económica, foi articulado no seio da Subcomissão um reforço da vigilância pela GNR, de modo a dissuadir a formação de ajuntamentos. A Polícia Marítima atuará no mesmo sentido na orla costeira, assegurando que são cumpridas as normas de utilização das praias, assim como o reforço da vigilância além do período de utilização balnear.

“É fundamental o reforço da vigilância, sendo a prioridade a de sensibilizar, pedagogicamente, as pessoas para a adoção de comportamentos mais responsáveis. Contudo, é unânime entre as diversas entidades que temos assistido ao desrespeito de algumas regras e isso, numa fase em que o número de casos está a crescer, não pode ser admissível”, assinala o presidente da Câmara, Nuno Mascarenhas.

Foi igualmente decidido solicitar às autoridades o reforço da vacinação no concelho, tendo esse contacto sido efetuado de imediato com o secretário de Estado responsável pela coordenação do combate à pandemia no Alentejo.

Apela-se igualmente para que a população continue a aderir ao processo de vacinação em curso e que recorra aos autotestes para deteção precoce de casos sempre que necessário.

Reforça-se ainda o apelo à população para que se cumpram as regras de distanciamento e uso de máscara no espaço público, bem como para que se evite a realização de convívios em ambientes familiares e de grupos de amigos.

“A elevada transmissibilidade da variante Delta está a criar uma nova vaga de covid-19 em pleno verão. Apesar dos alertas, continuam a realizar-se festas, convívios e outros eventos que põem em causa a segurança de todos e significam avultados prejuízo para a economia. Temos de quebrar os elos de transmissão. Temos de nos proteger”, refere o presidente da Câmara.

Além da Proteção Civil Municipal, liderada pelo presidente da Câmara, estiveram presentes na reunião a Autoridade de Saúde, o Centro de Saúde de Sines, a GNR, a Capitania do porto de Sines, os Bombeiros Voluntários de Sines, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, as Juntas de Freguesias de Sines e Porto Covo, o Agrupamento de Escolas de Sines, a Escola Secundária Poeta Al Berto e a Santa Casa da Misericórdia de Sines.


error: www.radiom24.pt