ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

COVID-19: Santiago do Cacém divulga plano de reabertura de equipamentos, serviços e espaços públicos

Por a 23 de Março, 2021

A Câmara Municipal de Santiago do Cacém divulgou esta segunda-feira a reabertura gradual dos equipamentos municipais com o levantamento das medidas de confinamento no âmbito do combate à pandemia da covid-19.

De acordo com o município, o plano, que engloba serviços, equipamentos municipais e espaços públicos fixa um calendário para as fases de desconfinamento que pode ser alterado em função da evolução epidemiológica em Portugal e, particularmente, na nossa região.

Assim, na segunda-feira, a Biblioteca Municipal Manuel da Fonseca e o Arquivo Municipal, em Santiago do Cacém, e a Biblioteca Municipal Manuel José “do Tojal”, em Vila Nova de Santo André, foram os primeiros equipamentos a reabrir ao público. Esta terça-feira, está prevista a reabertura do Cemitério Municipal.

No próximo dia 05 de abril, a autarquia definiu o arranque do atendimento presencial ao público, com marcação prévia, dos serviços municipais, assim como o acesso a espaços públicos (bancos de jardim, parques infantis e equipamentos públicos para a prática desportiva).

Nesta data está incluída a reabertura do Museu Municipal de Santiago do Cacém, do Museu do Trabalho Rural de Abela, da Escola Municipal de Musica (alunos dos 1.º,2.º e 3.º ciclos) e do Pavilhão Municipal de Desportos (patinagem artística individual).

O plano estabelece a reabertura, no dia 12 de abril, das Piscinas Municipais de Santiago do Cacém (aulas de natação, natação livre e campo de ténis Cativa). Já no dia 19 de abril reabre o Auditório Municipal António Chainho,  recomeçam as aulas para os alunos do ensino secundário, na Escola Municipal de Musica, e os treinos de Hóquei em Patins, no Pavilhão Municipal de Desportos.

Por último, a 03 de maio, reabrem os Polidesportivos e os Campos de jogos e recomeçam as aulas de patinagem artística pares, no Pavilhão Municipal de Desportos, assim como as aulas de grupo nas Piscinas Municipais.

A autarquia apela para que todos os munícipes continuem a “adotar as condições especificas de funcionamento, designadamente regras de lotação, de utilização de equipamentos de proteção individual, distanciamento físico, de higienização regular dos espaços, das mãos e etiqueta respiratória, de distanciamento físico, bem como o cumprimento do dever de recolhimento domiciliário, enquanto este estiver em vigor” o estado de emergência.


error: www.radiom24.pt