ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

COVID-19: Perto de 4.500 testes em trabalhadores das estufas em Odemira

Por a 5 de Abril, 2021

Cerca de quatro mil e quinhentos testes à covid-19 vão ser realizados, entre hoje e a próxima sexta-feira, em empresas hortofrutícolas do concelho de Odemira para identificar possíveis infeções em trabalhadores, confirmou hoje a presidente do conselho de administração da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA).

Em declarações à rádio M24 Catarina Filipe explicou que “nesta primeira fase, com a saúde pública, foi definida uma estratégia e vão ser testados os trabalhadores que estão, neste momento, a laborar nas várias estufas do concelho de Odemira e que são à volta de 4.500 até sexta-feira”.

“Contamos com a colaboração da Cruz Vermelha Portuguesa e as equipas irão às estufas que foram, previamente, acordadas e que mostraram disponibilidade para fazer a testagem”, adiantou.

Durante uma semana, a unidade móvel irá percorrer as empresas hortofrutícolas no sentido de “dar cumprimento a uma norma da Direção-Geral da Saúde que implica a testagem na comunidade e nas empresas”, explicou.

“Começamos com as empresas da área agrícolas, mas estamos em contacto com a comunidade piscatória no litoral alentejano para tentar perceber se já estão a fazer ou não a testagem. No fundo o que pretendemos é que as empresas façam a testagem aos seus trabalhadores com alguma regularidade para conseguirmos controlar ou identificar casos positivos entre os trabalhadores”, realçou.

O concelho de Odemira “é o que inspira mais cuidados” em toda a região do Litoral Alentejano, principalmente, junto dos trabalhadores “não só migrantes”, mas “todos os trabalhadores que prestam serviço nas estufas”.

De acordo com a responsável, o processo irá prosseguir com a “testagem a utentes do Hospital do Litoral Alentejano e dos cuidados de saúde primários, autarquias, grupos prioritários, bombeiros, ERPIS e escolas”.

“No fundo o que se pretende é controlar a pandemia e identificar situações que possam passar despercebidas de casos positivas para depois a Saúde Pública poder entrar em ação. Em caso de aparecerem casos positivos poder fazer os inquéritos epidemiológicos, identificar os contactos e fazer o seu trabalho”, realçou.

Segundo o boletim epidemiológico de hoje da Direção-Geral de Saúde, Odemira integra o grupo dos 26 concelhos do país que estão acima do limiar de risco de incidência da covid-19, registando um acumulado, nos últimos 14 dias, de mais de 316 casos por cada 100 mil habitantes.

A operação de testagem conta com a colaboração e apoio das empresas, das associações do setor agrícola, da Proteção Civil Municipal, das associações de apoio aos migrantes e do Alto Comissariado para as migrações.


error: www.radiom24.pt