ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

COVID-19: ODEMIRA EM RISCO LARANJA

Por a 29 de Março, 2021

No Alentejo Litoral são quatro os concelhos em risco moderado, com Odemira a registar a taxa mais elevada de incidência cumulativa a 14 dias,  segundo o Relatório de Situação Epidemiológica em Portugal atualizado, esta segunda-feira, pela Direção-Geral da Saúde (DGS). 

No topo da tabela do Litoral Alentejano está o concelho de Odemira com 336 casos (laranja), seguido do concelho de Grândola (82).

O concelho de Sines, é o terceiro da lista com uma incidência cumulativa a 14 dias de 80 casos por 100 mil habitantes.

Alcácer do Sal (60) e Santiago do Cacém (31), vigoram também na lista de concelhos onde o nível continua a ser moderado.

Estes dados por concelho, sublinhe-se, têm por base a incidência cumulativa a 14 dias, que “corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada, por concelho, a 31 de dezembro de 2019, pelo Instituto Nacional de Estatística.

Habitualmente é expressa em número de casos por 100.000 habitantes”, segundo a DGS e referem-se ao período entre 10 a 23 de março de 2021.

É ainda revelado que o índice de transmissibilidade (Rt) está nos 0,94, segundo o boletim conjunto da DGS e do INSA. Já no que respeita à incidência de novos casos, Portugal regista 70,0 casos de infeção por 100.000 habitantes e no continente este valor desce para 63,4.

Estes indicadores são os critérios definidos pelo Governo para a avaliação que vai ser feita do processo de desconfinamento que se iniciou. O relatório da DGS revela ainda que o semáforo que vai guiar o plano de desconfinamento continua no verde.

A pandemia de covid-19 já provocou 134 óbitos na região do litoral alentejano onde estão contabilizados 55 casos ativos de infeção, de acordo com os dados disponibilizados pelos cinco municípios da região.


error: www.radiom24.pt