ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

COVID-19: Odemira diz que “existiam condições para desconfinamento geral” do concelho

Por a 30 de Abril, 2021

A Câmara Municipal de Odemira considerou hoje que “existiam condições para um desconfinamento geral do concelho”, depois do anuncio do Governo que decretou cerca sanitária em duas freguesias devido à elevada incidência de casos de covid-19.

No entender do município “existiam condições objetivas para um desconfinamento geral do concelho, face à descida acentuada do número de casos de infeção e ao incremento da taxa de vacinação nos últimos 14 dias”.

Numa tomada de posição, tornada pública esta manhã, a Câmara de Odemira, expressa a sua solidariedade para com as duas freguesias sujeitas a “uma medida desproporcional de cerca sanitária” e reivindica “a tomada de medidas imediatas” de apoio ao “tecido económico local de Odemira”.

No documento, aprovado por unanimidade, o executivo, volta a “reivindicar a urgente vacinação de toda a população do concelho” e solicita ao Governo “o ponto de situação urgente do cumprimento das medidas relativas ao alojamento de trabalhadores previsto na Resolução do Conselho de Ministros N.o 179/2019, de 24 de outubro”.

A autarquia decidiu ainda “reiterar à Assembleia da República e ao Governo, com carácter urgente, a produção de legislação que vise regular e estabelecer os limites de lotação por tipologia habitacional e um modelo de fiscalização e contraordenacional”.

Insiste igualmente na “revisão da metodologia de cálculo dos indicadores de infeção que servem de base à decisão” do Governo.

Além desta tomada de posição, a Câmara de Odemira, liderada pelo socialista José Alberto Guerreiro, convocou os jornalistas para uma conferência de imprensa, agendada para as 15:00 desta sexta-feira, no edifício dos Paços do Concelho, em Odemira.


error: www.radiom24.pt