ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

COVID-19: Município de Sines distribui cerca de 20 mil máscaras reutilizáveis pela população

Por a 9 de Junho, 2020

A Câmara Municipal de Sines vai distribuir, a partir desta semana, 20 mil máscaras reutilizáveis e certificadas para 25 lavagens à população de todo o concelho, numa iniciativa que vai decorrer até ao final deste mês com o objetivo de impulsionar o desconfinamento e o regresso da atividade económica, divulgou hoje o município.

Depois de, numa primeira fase, ter oferecido um total de 15 mil máscaras ao comércio local, segue-se a distribuição pela população, através das caixas do correio, de cerca de 20 mil máscaras reutilizáveis.

“A partir desta semana começarão a chegar às caixas do correio de todo o concelho cerca de 20 mil máscaras reutilizáveis, certificadas para 25 lavagens. A distribuição pela população através das caixas do correio decorrerá ao longo de todo o mês de junho. Estas distribuições fazem parte das medidas de prevenção e controlo que o Município tem vindo a tomar, indispensáveis para a mitigação da transmissão comunitária do vírus”, explica em comunicado a autarquia .

O presidente da Câmara Municipal de Sines, Nuno Mascarenhas, citado no comunicado, não exclui a possibilidade de a distribuição de máscaras pelo comércio e pela população vir a ser reforçada para além do mês de junho.

«Importa, neste momento, que se criem as condições para que o esforço feito nos últimos três meses surta os resultados desejáveis. Por isso é importante repetir e sublinhar que os comportamentos individuais e a conduta social são determinantes para o sucesso do esforço coletivo que foi feito. Para isso é necessário o uso de equipamentos de proteção, como a máscara. O município contribui, desta forma, para a adoção desse hábito e procura, assim, minimizar eventuais dificuldades na aquisição deste meio de proteção», assinalou.

A autarquia alerta mais uma vez para a importância do distanciamento social e do cumprimento de todas as recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS).

 

 


Opinião do Leitor

Deixe um comentario


error: www.radiom24.pt