ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

COVID-19: Grândola desativa Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil

Por a 11 de Abril, 2022

A Comissão Municipal de Proteção Civil de Grândola desativou o Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil (PMEPC), ativo desde 17 de março de 2020, devido ao “desagravamento de situação de calamidade”, anunciou hoje o município.

A comissão, que esteve reunida pela primeira vez, na passada quinta-feira, considerou que “deixaram de estar reunidos os pressupostos que motivaram a sua situação” em março de 2020, avançou a autarquia num comunicado.

“Esta decisão, no seguimento da resolução do Conselho de Ministros (25-A/2022 de 18 de fevereiro de 2022) que determina para todo o território nacional continental o desagravamento de “situação de calamidade” para “situação de alerta” no âmbito da covid-19, teve ainda em consideração a atual situação epidemiológica no concelho e os números da vacinação”, indicou.

Segundo o município de Grândola, a medida “poderá ser reavaliada caso a evolução epidemiológica assim o justifique”.

Na reunião, foram ainda apresentados os relatórios/balanço dos dois anos de pandemia covid- 19 do Serviço Municipal de Proteção Civil, GNR, Bombeiros Mistos e Autoridade Local de Saúde – entidades que constituíram a Comissão de acompanhamento criada no âmbito do PMEPC.

O presidente da Câmara de Grândola, António Figueira Mendes, enalteceu “a forte colaboração, o trabalho em rede, o espírito de equipa e a união de esforços de todos aqueles” que “estiveram envolvidos na gestão e no combate” à pandemia da covid- 19.


error: www.radiom24.pt