ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

COVID-19: Delegado de Saúde de Santiago do Cacém preocupado com “relaxamento” dos cuidados para prevenir doença

Por a 30 de Junho, 2020

Com a livre circulação das pessoas e a abertura das fronteiras, o delegado de saúde de Santiago do Cacém alerta para a necessidade de reforçar os cuidados de higienização e de distanciamento devido à pandemia de covid-19.

 

“O que me preocupa é que estou a observar que há um relaxamento dos cuidados que deveriamos ter para prevenir a transmissão da doença”, afirmou Joaquín Toro que dá como exemplo “ajuntamentos de grandes grupos de pessoas sem os devidos cuidados”.

Além do surto do parque de Campismo da Galé, em Grândola, o delegado de saúde, diz que há novos casos a surgirem todos os dias, obrigando as equipas de saúde a um esforço elevado de horas de trabalho para conseguir conter a propagação do vírus.

“Agora estamos com um episódio em Santo André de alguém que veio de outro concelho, e que esteve cá durante dois fins de semana, contactou com uma série de pessoas, em diferentes eventos, e quando voltou ao seu local de residência soube que era positiva. Estamos com este trabalho entre mãos, temos de rastrear cerca de 40 pessoas, e esperamos apanhar isto ainda a tempo para que não haja grande disseminação”, afirmou.

Por isso, o delegado de saúde de Santiago do Cacém reforça que “é importante manter o distanciamento, mais de 02 metros entre pessoas, não haver cumprimentos e para isso vamos ter de esperar mais um bocado. Nos locais fechados, é fundamental usar máscara e tê-la bem colocada, e ter uma correta higiene das mãos, lavar frequentemente e usar desinfetante”.

“É ainda mais importante evitar o ajuntamento de grandes quantidades de pessoas. Nos supermercados, se vemos que está muita gente no interior devemos aguardar ou evitar entrar”, concluiu.


Opinião do Leitor

Deixe um comentario


error: www.radiom24.pt