ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

COVID-19: Cerca de 50 imigrantes realojados no Zmar e na Pousada da Juventude

Por a 6 de Maio, 2021

Cerca de 50 imigrantes que trabalham na agricultura na região de Odemira foram realojados durante a noite no complexo turístico Zmar e na Pousada da Juventude de Almograve, disse à Lusa fonte da Proteção Civil.

Segundo o responsável da Proteção Civil no Alentejo, José Ribeiro, no Zmar foram realojadas cerca de 30 pessoas e na Pousada da Juventude em Almograve 21.

Todas as pessoas deste grupo, realojado durante a madrugada, estão negativas para o novo coronavírus, que provoca a covid-19, acrescentou a fonte.

As freguesias de Longueira-Almograve e São Teotónio, no concelho de Odemira, estão em cerca sanitária desde a semana passada por causa da elevada incidência de covid-19 entre os imigrantes que trabalham na agricultura na região.

Na sexta-feira, o Governo determinou “a requisição temporária, por motivos de urgência e de interesse público e nacional” da “totalidade dos imóveis e dos direitos a eles inerentes” que compõem o complexo turístico ZMar Eco Experience, na freguesia de Longueira-Almograve (Odemira), para alojar pessoas em confinamento obrigatório ou permitir o seu “isolamento profilático”.

Num despacho publicado na segunda-feira à noite em Diário da República, o Governo mandou encerrar a atividade dos empreendimentos turísticos e estabelecimentos de alojamento local nas freguesias de São Teotónio e Longueira – Almograve, onde estão localizadas pelo menos 275 empresas que se encontram impedidas de laborar, pois muitos dos seus colaboradores vivem fora da área circunscrita à cerca sanitária.

Num comunicado, esta quinta-feira, a GNR esclarece que a atuação dos militares surgiu na sequência de um pedido de apoio dos serviços de Proteção Civil Municipal de Odemira, para “garantir as condições de segurança de cidadãos a deslocar paras as instalações” do complexo turístico.

Segundo a GNR, a operação contou com o reforço do Comando Territorial de Beja e da Unidade de Intervenção, e decorreu “sem incidentes”.

“Por ter sido decretada a requisição temporária, por motivos de urgência e de interesse público e nacional daquele empreendimento, durante a madrugada de hoje, pelas 04:00, a Guarda apoiou a referida operação para garantir as condições de segurança no transporte dos cidadãos”, avançou.

 


error: www.radiom24.pt