ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Conselho de Ministros reúne hoje para decretar ações imediatas de controlo da pandemia

Por a 31 de Outubro, 2020

O Conselho de Ministros reúne-se hoje para decretar “ações imediatas” de controlo da pandemia, um dia depois de o primeiro-ministro ter recebido os partidos com assento parlamentar com vista a um consenso sobre estas decisões.

Perante o agravamento da situação a nível nacional, o primeiro-ministro reuniu-se sexta-feira com os partidos com assento parlamentar, enquanto o ministro da Economia recebeu os parceiros sociais sobre as possíveis medidas de contenção.

“Não excluímos à partida nenhuma medida possível, mas entendemos que devemos adotar as medidas que perturbem o mínimo possível a vida pessoal, social e económica. Devemos ter em conta um segundo elemento que tenho procurado transmitir: Estamos perante uma corrida de longo curso e, portanto, não podemos gastar todo o esforço nem todas as medidas nos primeiros momentos”, disse na quinta-feira António Costa.

A reunião extraordinária do Conselho de Ministros, que começa às 10:00, no Palácio da Ajuda, realiza-se um dia depois de o país ter ultrapassado os recordes desde o início da pandemia covid-19 com o registo de 40 mortos, 4.656 infetados e 1.927 doentes internados, 275 dos quais em cuidados intensivos, segundo a Direção-Geral da Saúde.

Em cima da mesa para discussão estarão várias possibilidades, entre as quais o recolhimento obrigatório e o alargamento das restrições impostas em Paços de Ferreira, Felgueiras e Lousada a mais municípios, segundo adiantou, na sexta-feira, o ministro da Economia, Siza Vieira, que recusou um confinamento geral.

O estado de emergência foi decretado, por 15 dias, de 19 de março a 2 de abril de 2020 e foi renovado por duas vezes, vigorando até 2 de maio passado.

Portugal está desde o dia 14 de outubro em situação de calamidade em todo o território nacional.


Opinião do Leitor

Deixe um comentario


error: www.radiom24.pt