ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Comunidade Portuária de Sines propõe memorando de entendimento para resolver conflito no Terminal XXI

Por a 13 de Agosto, 2019

A Comunidade Portuária de Sines (CPSI) intercedeu junto da PSA Sines e do Sindicato XXI para tentar uma reaproximação entre as partes envolvidas no conflito laboral, que conduziu à greve dos trabalhadores do Terminal de Contentores, com vista à paz social no porto de Sines.

De acordo com uma publicação na página oficial do Sindicato XXI, na rede social facebook, “a Comunidade Portuária de Sines, do qual a PSA e o Sindicato XXI, são associados, promoveu contacto com o sindicato, de modo a tentar ajudar a sanear o conflito entre ambas as partes”.

Segundo aquela estrutura sindical, a CPSI, “propôs a assinatura de um memorando de entendimento capaz de criar uma nova plataforma de conversação entre as partes”, tendo sido aceite pelo Sindicato XXI desde que “salvaguardados os critérios essenciais para ultrapassar o conflito em conjunto”.

“Sempre que houver tentativas para se chegar a terreno comum, o Sindicato irá dizer “presente”. A nossa visão é e será sempre de conciliação e não de intransigência”, refere a mesma publicação.

A greve dos trabalhadores do Terminal XXI teve início ontem e, segundo o Sindicato XXI, que até ao momento não prestou declarações à comunicação social para eventuais esclarecimentos sobre a paralisação, a adesão rondou os 95 por cento.

A greve às últimas três horas de cada turno prolonga-se até 24 de agosto.


Opinião do Leitor

Deixe um comentario


error: www.radiom24.pt