ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Câmara de Santiago do Cacém aprova orçamento de 38,9 milhões de euros para 2021

Por a 4 de Dezembro, 2020

A Câmara de Santiago do Cacém aprovou esta quinta-feira o orçamento municipal para 2021 de 38,9 milhões de euros, inferior em 500 mil euros ao deste ano, com a continuidade do ciclo de investimento dos últimos anos.

De acordo com o presidente da autarquia, Álvaro Beijinha, “esta diminuição está relacionada fundamentalmente com as receitas provenientes dos fundos comunitários tendo em conta que, do ciclo do quadro comunitário, o ano de 2020 foi o que teve o maior volume de investimento e, em 2021, haverá uma diminuição a esse nível”.

As Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2021 foram aprovadas pela maioria comunista com a abstenção dos dois vereadores do PS e o voto contra do vereador da coligação do PSD/CDS-PP.

Apesar da redução, o autarca garante que “o orçamento do próximo ano será ambicioso” e dá continuidade “ao ciclo de investimento dos últimos anos”.

“Sabemos que, pelo menos até à primavera, vamos estar fortemente condicionados pela pandemia mas não podemos correr o risco de não deixar dotações orçamentais para alguns eventos como a feira agrícola SANTIAGRO. Em termos de obra, se a pandemia não se agravar temos a possibilidade de garantir uma atividade praticamente normal”, sublinhou.

O orçamento do próximo ano contempla, segundo Álvaro Beijinha, “investimentos significativos”, alguns que já estão em curso, outros que terão início no final deste ano mas “que financeiramente se irão repercutir em 2021”, e outros ainda que terão início no próximo ano “e que vão decorrer ao longo de 2022”.

Entre as obras com maior peso financeiro está a requalificação do Parque Empresarial de Santo André (2,3 milhões de euros) “que aguarda o visto do Tribunal de Contas (TdC)”, a requalificação do Bairro dos Serrotes (na ordem de um milhão de euros), e da estrada que liga Santo André a Brescos, um investimento na ordem de um milhão de euros.

“Está ainda previsto arrancar com a obra do Passeio das Barcas, em Vila Nova de Santo André, cujo concurso já foi lançado, a continuação da obra da requalificação da zona envolvente ao Mercado Municipal de Santiago do Cacém, até meados de 2021, o loteamento de Vale Matanças e os centros históricos de Alvalade e do Cercal do Alentejo”, adiantou.

De acordo com o autarca, no próximo ano, terão início as obras de requalificação do Jardim Municipal de Santiago do Cacém, do Cinema de Alvalade e do CineTeatro de Ermidas-Sado.

“São três obras com um peso financeiro muito significativo, ou seja cada uma delas com um valor estimado de um milhão de euros, e que terão início no último trimestre de 2021”

O documento contempla igualmente “a remodelação da rede de águas nas Ademas (250 mil euros), cujo concurso já está aberto, a empreitada de requalificação da rede de águas de Ermidas-Sado (150 mil euros)”, assim como a remodelação da Estação de Águas Residuais (ETAR) da Cova do Gato (Abela), no valor de 150 mil euros, e a repavimentação dos caminhos rurais em praticamente todas as freguesias do concelho.

“É um orçamento ambicioso e por ser o último ano de mandato, queremos fechar este ciclo cumprindo ao máximo os nossos compromissos”, concluiu o autarca.

As Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2021 vão ser discutidos e votados na próxima reunião da Assembleia Municipal de Santiago do Cacém.


Opinião do Leitor

Deixe um comentario


error: www.radiom24.pt