ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Autarca de Santiago do Cacém diz que fixação de profissionais de saúde na região deve ser prioridade para o Governo

Por a 13 de Novembro, 2020

O presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, saudou hoje a abertura da nova Urgência Médico-Cirúrgica do Hospital do Litoral Alentejano (HLA), realçando que a necessidade de mais profissionais de saúde para a região deve ser uma prioridade para o Governo.

A anterior urgência “estava completamente subdimensionada para aquilo que são as necessidades da população. Foi um projeto que levou muito tempo, a própria obra não correu bem e agora, já estando concluída há bastante tempo, não abria porque não haviam profissionais, particularmente, enfermeiros que permitisse a sua abertura”, afirmou o autarca em declarações à rádio M24 à margem da inauguração das novas instalações, que contaram com a presença do primeiro-ministro, António Costa e da ministra da Saúde, Marta Temido.

“Felizmente já está a funcionar e podemos ver que a nova urgência não tem nada a ver com a anterior. Seguramente que a resposta às populações a este nível será melhor e mais eficiente mas é certo que podemos ter os espaços mais bem preparados mas temos de ter profissionais”, salientou.

O autarca defende ser urgente a criação de incentivos para atrair os profissionais de saúde para a região.

“Há que criar incentivos para que os profissionais de saúde possam vir para aqui trabalhar e as câmaras têm tido um papel importante em termos de disponibilidade de habitação. Obviamente não conseguimos resolver os problemas todos e a questão da habitação é um problema aqui na nossa região que tem de ser pensado pelo Governo e com as autarquias locais”, frisou.

O presidente da Câmara de Santiago do Cacém espera que, no futuro, pós pandemia, seja possível “resolver grande parte dos problemas que o Hospital ainda continua a ter e também ao nível dos cuidados primários de saúde que também tem um grande défice de médicos”, concluiu.


Opinião do Leitor

Deixe um comentario


error: www.radiom24.pt