ESTÁ A OUVIR

Titulo

Artista

Background

Alcácer do Sal inaugura em abril Museu Municipal Pedro Nunes após restauro

Por a 22 de Março, 2019

A Câmara de Alcácer do Sal anunciou, esta semana, a conclusão das obras de requalificação do Museu Municipal Pedro Nunes, um investimento de cerca de 1,5 milhões de euros, que abre ao público no próximo mês de abril.

As obras, com o apoio de fundos comunitários, arrancaram em março de 2017, e obrigaram a um profundo restauro da antiga Igreja do Espírito Santo, onde está instalado o Museu Pedro Nunes.

A operação que contemplou obras de conservação e manutenção do edifício, a remodelação completa da cobertura e a instalação de redes elétrica, de incêndio, intrusão, águas e esgotos, teve como objetivo “tornar o Museu Municipal Pedro Nunes num espaço adequado às suas funções, sem desvirtuar a outrora Igreja do Espírito Santo”, divulgou o município.

Foi necessário reabilitar todo o interior da antiga Igreja do Espírito Santo, que estava extraordinariamente degradado, e realizar um conjunto de construções novas no interior, assim como o arranjo de paredes do coro -alto, do altar e todo um trabalho de restauro e conservação de várias estruturas”, adiantou Vítor Proença, presidente da Câmara de Alcácer do Sal .

O renovado museu, que ostenta o nome do matemático, Pedro Nunes, nascido em 1502, em Alcácer do Sal, está localizado na Praça do Município, junto ao rio Sado, antigo porto estratégico para as trocas comerciais, e objeto principal do espaço museológico.

Do ponto de vista museológico queremos mostrar todo o espólio que está estudado e que revela a importância comercial desta via fluvial e de Alcácer do Sal no rio Sado, além de valorizar a importância que o matemático Pedro Nunes, chamado pai da cartografia moderna, teve em todo este desenvolvimento”, acrescentou.

O ciclo de desenvolvimento do rio Sado e a posição geográfica de Alcácer do Sal ao longo de várias épocas vai ser mostrado aos visitantes com recurso “a realidade aumentada e conteúdos interativos”, adiantou o autarca.

Durante os trabalhos de requalificação do edifício, adiantou o autarca, foram “descobertos esqueletos de crianças” e “outras surpresas” resultantes das escavações arqueológicas que “puseram a nu um conjunto de edificado e de peças, como um ‘dolium romano’, mas também passeios e muros de casas, no interior da Igreja, do período árabe”.

O ‘dolium romano’ – contentor cerâmico para armazenagem e preparação de alimentos utilizado durante a época romana -, ficará exposto no Museu Municipal Pedro Nunes “devidamente preservado e acondicionado” além de “outras peças de grande valor”, adiantou o autarca.

O Museu Municipal Pedro Nunes, que é inaugurado no próximo dia 6 de abril, acolheu entre 2008 e janeiro de 2011, um ciclo de escavações a cargo do setor de Arqueologia e Museologia da Câmara de Alcácer do Sal, que deram a conhecer a ocupação humana desde o séc. IV a.C até ao séc. XVIII.


Opinião do Leitor

Deixe um comentario


error: www.radiom24.pt